Doença de Alzheimer

DOENÇA DE ALZHEIMER

É uma doença que causa demência. Demências são condições com perda progressiva da memória, linguagem, atenção, entre outras funções cognitivas. Geralmente a demência é antecedida de uma fase chamada de comprometimento cognitivo leve (CCL), um “estágio intermediário”, no qual as atividades de vida diária ainda não são tão afetadas.

Causa:

É uma doença degenerativa. A morte progressiva de neurônios é causada pelo acúmulo patológico de proteínas defeituosas (tau e beta-amiloide) no cérebro. Tal acúmulo se dá em função da idade e predisposição genética.

Diagnóstico:

O diagnóstico é baseado no quadro clínico, exames complementares (exames de imagem, como a ressonância magnética, PET Scan e PET amilóide), exames laboratoriais no sangue e no líquor e na avaliação neuropsicológica, que consiste em uma bateria de testes aplicados por neuropsicólogo (que é um psicólogo com especialização em neuropsicologia). É recomendável que o diagnóstico seja feito o mais rápido possível permitindo o início precoce do tratamento. Para isso, a família desempenha um papel fundamental, pois frequentemente os pacientes não percebem suas dificuldades e são os familiares os primeiros a identificar esquecimento de fatos recentes e alterações do comportamento.

Tratamento:

Embora não haja cura, há medicamentos que ajudam a retardar o curso da perda de memória. O tratamento multidisciplinar adequado visa não apenas diagnosticar e tratar a doença, mas a adequada assistência à família, permitindo a melhor convivência possível com o problema.